15 de março de 2013

"Bom dia" do consumidor (!!!)


Passei no supermercado com pressa, a caminho do trabalho. Queria comprar um lanchinho para dividir com o pessoal do escritório. Quando chegou a minha vez, a moça do caixa sorriu e disse:

- Bom dia! Parabéns pelo seu dia! Hoje é dia do consumidor!

Isso foi pela manhã deste 15 de março. Eu ainda estava acordando. Antes que pudesse dizer qualquer coisa que fizesse sentido, a senhora que me antecedeu na fila emendou, enquanto guardava as suas compras:

- Já viu isso? Até dia do consumidor tem agora! Nem sabia que existia esse dia!

A moça do caixa, com um crachá "em treinamento", concordou:
- Agora tem dia pra tudo, né? Eu também não sabia que tinha esse dia, não. Hoje foi que eu fiquei sabendo. Cheguei e me disseram que era dia do consumidor. E que eu tinha que dar parabéns.

É o cinismo do consumo como parâmetro de atribuição de valor às pessoas...
Eu disse Obrigada. Bom dia pra vocês. E saí. Com uma sensação estranha por ter recebido parabéns pelo fato de ter dinheiro para trocar por coisas (nesse caso, dois pacotes de palitinhos de queijo). 




 Licença Creative Commons  #supercarrinho  @supercarrinho

6 comentários:

  1. Concordo com a moça do caixa...tem dia para tudo,ou,melhor ,para incentivar ao consumo. Sem consumo, não haverá resultados esperados pelos proprietários dos estabelecimentos,enfim,dos seus negócios... Dinheiro ,chama dinheiro...tem que haver incentivo para que o consumidor compre mais e mais...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. exato. e foi muito estranho olhar pra moça do caixa, saber que ela nao tava falando aqui por ela, mas por essa engrenangem ridicula que torna tudo e a todos objeto de marketing involuntario. sufocante pensar nisso. tem saida? como sair dessa engranagem? por ora, tento dar conta do que posso nela. pelo menos me mantendo atenta ao seu contundente funcionamento nas nossas vidas. obrigada pela troca : ) obrigada pelo seu comentario. por fazer suas ideias rodarem por aqui. beijo.

    ResponderExcluir
  4. "Cheguei e me disseram que era dia do consumidor. E que eu tinha que dar parabéns." Tudo bem protocolar, tudo com aquele marketing que tem lá como objetivo "agradar", mas na verdade "coisifica" as pessoas: consumidor + dinheiro = parabéns e próximo!

    :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. jaime, querido, voce nao poderia ter resolvido melhor a sintese desse constrangimento... obrigada. perfeito.

      Excluir
  5. Olá, tudo bem?

    Eu me chamo Tiago Dias e sou o administrador do blog Bloggou - http://www.bloggou.com/ - que é um blog sobre cinema, games, informática, tecnologia, jogos online, variedades e entretenimento, e venho por meio deste e-mail realizar uma proposta de parceria para a troca de links ou banners entre os nossos blogs.

    O Bloggou é um blog que está na ativa há mais de 3 anos, possui PageRank 4, é atualizado constantemente e atualmente consta com mais de 1200 páginas. Venho através deste e-mail realizar esta proposta de parceria porque visitei seu site, o achei muito interessante e gostaria muito de fechar uma parceria entre eles. Caso você aceite esta proposta de parceria para a troca de links ou banners, o link ou o banner do seu site será adicionado na página inicial do Bloggou na barra lateral na categoria de parceiros. Sendo assim, também desejo que o banner ou o link do Bloggou fique exposto na página inicial do seu site / blog.

    Estou no aguardo de retorno em caso positivo ou negativo, mas espero que você aceite, pois a troca de links ou banners com sites ou blogs que possuam credibilidade, tempo de vida, TrustRank e PageRank, é benéfica para ambos, pois aumenta ainda mais a credibilidade de nossos sites melhorando assim o nosso posicionamento nos mecanismos de busca. O Supercarrinho é muito legal por sinal!

    Contato comigo é através do e-mail: contatobloggou@gmail.com

    Desde já agradeço e aguardo retorno,

    Grato!

    ResponderExcluir

super carrinho. faça as idéias rodarem aqui também.
obrigada pela participação no debate.